Hours Of Idleness: A Series of Poems by Lord Byron, London, 1820

...Frei Tristão trocava algumas palavras com o Gordo Léo, enquanto esperava que chegassem seus dois interlocutores de todos os domingos. As pecaminosas horas de ócio de Lord Byron, naquela tarde já distante do seu reencontro com os livros, tinham sido apenas o começo. Ao longo do último ano, desde a primeira vez em que se sentara ali, uma significativa parcela do index prohibitorum passara pelos tampos sujos das mesas da taberna.

Já no domingo seguinte àquele primeiro, a curiosidade vencera a letargia e os escrúpulos e o sacerdote, mal terminado o almoço – um prato insosso, idêntico ao dos doentes da Santa Casa, que comia sozinho, sentado na beirada da cama – tornou a descer a ladeira para se sentar à frente do poeta Manoel da Fonseca...

Etel Frota

Contato

  • Fone:

    +55 41 99857-7222

  • E-Mail:

    Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Social